top of page

Aprenda a fazer laudos técnicos com qualidade!

O laudo técnico é um documento emitido por um profissional especialista, capacitado e habilitado, como resultado da análise técnica de um fato, situação ou objeto.


O importante em qualquer trabalho técnico que envolve a escrita e a produção científica é a fundamentação das questões em análise, devendo o profissional, conforme descreve FIKER e MEDEIROS (1996), estar atento a sua organização e redação. Por isso, na sua redação, necessita o técnico ou perito tomar cautelas especiais, devendo realizar sua escrita considerando:

Clareza - evitar palavras de duplo sentido ou linguagem intrincada e obscura que possa prejudicar a compreensão da matéria envolvida.

Objetividade - atender exclusivamente aquilo que foi perguntado sem expor opiniões pessoais não alicerçadas em fatos ou sem o competente fundamento técnico.

Pertinência - ater-se à matéria envolvida na causa, sem tecer considerações sobre fatos estranhos ao assunto, tais como ocorrências passadas ou cogitações futuras não alicerçadas tecnicamente.

Concisão - evitar a prolixidade, ou seja, a narração extensa de fatores que podem ser resumidos em poucas palavras, sem perder seu conteúdo. A concisão dá mais força aos vocábulos cujo emprego criterioso torna a leitura do laudo menos cansativa e evita a dispersão do raciocínio.

Importante destacar, ainda a originalidade e o poder conclusivo do relato.

Em um laudo, a maneira atraente de expor as ideias atrai o leitor e facilita o entendimento das questões controversas. Alguns cuidados devem ser tomados, como por exemplo 1. Evitar o uso abusivo de adjetivos;

2. Originalidade pode ser também observada pela inserção de fotos, mapas, gráficos e tabelas explicativas no corpo do laudo, durante a descrição dos aspectos abordados. Da mesma forma por meio da colocação como anexos desses elementos ou de documentação jurídica, citações bibliográficas e outras informações comprobatórios das análises desenvolvidas. Tais inserções tornam o texto compreensivo, esclarecendo questões que sem eles poderiam não ser compreensíveis.

3.O poder conclusivo de um trabalho técnico é importante. A conclusão deverá conter um resumo dos principais pontos em análise e deverá sintetizar as informações contidas no corpo do laudo, com resultados, opinião pessoal e aspectos relevantes.

Em resumo, a redação de um laudo técnico deverá ser simples e direta, devendo ser evitado qualquer tipo de omissão ou excesso de informação, pois podem confundir ao invés de esclarecer o leitor. Evite informações desnecessárias às questões em estudo. Organize seu laudo com uma apresentação sintética, a adequada localização do objeto investigado, a descrição da situação constatada, detalhando aspectos analíticos e técnicos presentes. Se necessário realize a coleta de amostras, produtos ou pesquise documentos e dados úteis para inclusão no corpo do Laudo. Discuta os dados encontrados, fundamentando com outras citações e autores. Nas conclusões seja objetivos e claro. As referências são importantes em todo o estudo técnico.

Alguns profissionais, em certas situações, incluem em seus trabalhos considerações que foge completamente do objetivo do serviço, tornando-se inconvenientes, visto que um laudo tem como finalidade o devido esclarecimento técnico.

Se você tem interesse em realizar curso sobre Laudo Técnico mande um e-mail para: contato@ambilog.com e diga o que você precisa. Nos organizaremos uma proposta para as suas necessidades.

Conte conosco!


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page