top of page

DIA 22 DE SETEMBRO: dia de defesa da fauna brasileira

O Brasil é o país com a maior biodiversidade de fauna e flora do mundo.


Segundo o ICMBio são mais de 120 mil espécies de invertebrados e aproximadamente 8930 espécies de vertebrados, sendo 734 mamíferos, 1982 aves, 732 répteis, 973 anfíbios, 3150 peixes continentais e 1358 peixes marinhos. Um patrimônio ainda em fase de identificação e compreensão dos intrincados mecanismos de relação.


Contundo, nos últimos anos o acelerado crescimento urbano, avanço das cidades para as áreas rurais, destruição de florestas, caça e pesca predatórias tem gerado severos impactos no ambiente, ocasionando uma grande perda e destruição de hábitats naturais e levado ao desaparecimento de muitas espécies. No Brasil são 1.173 espécies na lista das ameaçadas de extinção (Portaria MMA n. 300/ 2022).


Atualmente a preservação de espécies na natureza caracteriza-se como um grande desafio, sendo que é uma obrigação do poder público e da sociedade protegê-las. Entretanto, as atividades humanas não planejadas se caracterizam como a maior ameaça aos ecossistemas, fatores que causam prejuízos incalculáveis e irreparáveis para a manutenção da biodiversidade.

A caça e pesca predatórias, construção de hidrelétricas, instalação de indústrias, garimpo e projetos agropecuários, ampliados pelo tráfico de animais silvestres são atividades de grande impacto na perda da biodiversidade.


O Dia da Defesa da Fauna é celebrado no dia 22 de setembro, sendo um importante momento de reflexão e conscientização para o tráfico de animais silvestres, desmatamento das florestas e ocupação populacional desenfreada.


Mesmo com a publicação da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal 9.065/1998) , apesar de pouco precisos são perdidos mais de 12 milhões de animais silvestres, retirados das floretas brasileiras.


Participe com ações conscientes: - não compre animais silvestres e denuncie que faz;

- proteja as aves próximas da sua casa;

- não compre produtos, sub produtos ou ornamentos com partes de animais silvestres ou exóticos;

- denuncie as práticas de caça ou tráfico de animais aos órgãos de fiscalização.



2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page